Compostagem, Ecologia do Solo e Criação de Minhocas

Com Alexandre Rates

Dias 18 e 19 de abril de 2020

No Rincão Gaia

 

Hospedagem e alimentação incluídos.

 

Apresentação

Tudo que um dia foi vivo vai, cedo ou tarde, se decompor e ser reduzido a pó. Esse processo natural é que permite que todos os nutrientes da natureza sejam infinitamente reciclados e através do solo e das cadeias alimentares passem de um organismo para outro. É um caminhar contínuo de um sistema para outro e é totalmente característico dos sistemas vivos.

 

A prática da compostagem nada mais é do que se apropriar conscientemente desse processo e usá-lo para otimizar a fertilidade dos solos e ampliar a produção vegetal. Povos ancestrais já faziam isso há milhares de anos atrás e hoje a compostagem figura como uma possibilidade real de reduzir a descarga desordenada de resíduo orgânicos nos ambientes naturais. Essa técnica é mais comum nos sistemas produtivos rurais, mas pode ser aplicada tanto em alguns sistemas industriais quanto no aconchego dos lares. Em ambos os casos, os benefícios para a saúde ambiental são indiscutíveis.

 

Alexandre Rates de Freitas é técnico agrícola com mais de 32 anos de experiência em compostagem, recuperação de solos e educação agroecológica.

Na UNISINOS foi assistente direto da pesquisadora Christa Knäpper (referência nacional em compostagem e minhocas nas décadas de 80 e 90) de 1987 até 1992. Nesse período, na faculdade de biologia, acompanhou pesquisas, testes, publicou artigos e apresentou trabalhos em congressos e eventos. Em 1993 ingressou no Depto Técnico da Empresa Vida Desenvolvimento Ecológico Ltda atuando como assistente técnico no processo de reciclagem do lodo gerado na fabricação de celulose, sob orientação técnica de José Lutzenberger e equipe. De 1995 até 1997 prestou consultoria à Riocell SA em pesquisa sobre minhocas aquáticas e ecologia de sistemas lacustres. Em 1998 passou a integrar a equipe da Fundação Gaia - Legado Lutzenberger onde trabalha até hoje nas atividades educativas e de comunicação estratégica. Em 2009 criou a primeira composteira domiciliar feita de cerâmica. Atualmente é reconhecido como uma autoridade nos temas compostagem e educação agroecológica.

 

Programação:

 

Sábado, 18 de abril.

 

08:30 - Recepção e check in

09:00 - Apresentação do Rincão Gaia e contextualização dos participantes

09:15 - Tópico teórico 1 - Ecologia do solo:

                  - Natureza e propriedades do solo

                  - Formação do perfil do solo

                  - Fauna do solo

                  - Rizosfera

11:00 - Atividade prática 1:

                  - Compostagem agrícola

                  - Reconhecimento de materiais compostáveis

                  - Reconhecimento de diferentes tipos de minhocas

                  - Montagem de um composto em forma de leira

                  - Montagem de uma caixa para criação de minhocas vermelhas da califórnia

12:00 - Almoço

 

13:30 - Passeio pelo Rincão Gaia

14:15 - Atividade prática 2:

                 - Compostagem domiciliar

                 - Pilha de tijolos

                 - Composteira em baldes

                 - Composteira em caixas de PVC

                 - Pote de cerâmica

                 - Box de bambu

15:45 - Intervalo

16:00 - Tópico teórico 2 - Minhocas - evolução, anatomia, reprodução, aspectos sistemáticos e ecológicos.

18:00 - Tempo livre

 

19:30 - Jantar

 

20:30 - Fogueira e papo agroecológico

 

Domingo, 19 de abril.

07:30 - Café da manhã

08:30 - Tópico teórico 3 - A bioquímica da decomposição

                  - Fungos e bactérias

                  - Relação carbono/nitrogênio

                  - Fermentação aeróbia e anaeróbia

09:50 - Intervalo e lanche

10:10 - Atividade prática 3:

                  - Verificação de temperatura no composto

                  - Identificação do material completamente humificado.

10:45 - Tópico teórico 4 - Aspectos gerais sobre fertilidade e nutrição vegetal

                  - Água e solução do solo

                  - Importância da argila na transferência de nutrientes entre o solo e a planta

                  - Acidez e alcalinidade sem mistério

                  - Trofobiose e fitossanidade

12:00 - Almoço

13:30 - Atividade prática 4:

                  - Aplicação do húmus em canteiros e gramados

                  - Preparo de substratos para diferentes tipos de plantas

15:00 - Encerramento.

 

Investimento:

R$ 280,00 /pessoa; entrada de R$ 84,00 + 2 parcelas de R$ 98,00 com acomodação no mezanino coletivo.

R$ 280,00/ pessoa + tx única de R$ 35,00 por quarto em acomodação tripla.

R$ 280,00/pessoa + tx única de R$ 40,00 por quarto em acomodação individual, de casal ou dupla.

Certificado opcional: R$ 10,00